01 junho, 2011

Poesia - O Amor e seus mistérios

O Amor e seus mistérios

(Bruno A. Nogueira – BocãO)

É, a vida vai passando rápido

A cada dia mais e mais

Diante dos nossos olhos,

Do nosso pensar e do nosso agir.

E com ela tudo aquilo que vivemos,

Que sonhamos e que sentimos

Vai consigo, na bagagem...

Família, amigos, pessoas que nós conhecemos

Tudo aquilo que construímos durante a vida

Fica pra trás, e o que você levará

Será apenas um monte de “por quês” de tudo isso

Se realmente o que vale, é o que se faz com amor.

Amor, muito mais que uma palavra

O inexplicável dos sentimentos para muitos

O mais raro deles nos dias atuais

Uma força que liga dois corpos na mesma sintonia

Refletido pelo pai de todos nós – DEUS.

Não sou dono da verdade, nem nunca pretendi tal função

Mas muitos hoje em dia, confundem amor com paixão

Amor tem verdade eterna, pureza e felicidade

No buzão da vida, passageira é a paixão.

Eu não sei, acho que às vezes não sou desse mundo

Valorizando sempre mais, o sentimento profundo

Enquanto muitas pessoas vivem de aventuras

Que encontram perdidas, mendigando nas ruas.

Mas não vou mudar, nem quero que você mude

Venho apenas expressar, que reflita sua atitude

Não tente entender o amor, mas viva-o

A cada dia mais, a cada segundo mais

Com quem quer que seja, Quero que veja

Que o mistério do amor, é maior do que imagina.

“Coloque na balança”, tenha em Deus a esperança

Pois a família não teremos pra sempre

Um hora a casa cai, terremotos são sempre surpreendentes

A diferença está no alicerce que você montou

E que levará consigo pelo resto da vida

Baseie-se na verdade dos sentimentos

Não iluda, não minta, não finja

Um pouco do amor está aqui explicado

E eu Espero que tenha entendido o recado.